Um ano passou e agora é tempo de iniciar, de novo!

Para nós, na agricultura o ano começa em agosto. Até junho temos produção, em julho ainda sobra alguma coisa produzindo e temos que colocar as contas em ordem, planejar o próximo período e começar a produção das mudas. Em agosto, se bobear o tempo passa correndo e, pronto, já estamos atrasados.

Este ano tivemos de cara uma ótima notícia. Não precisamos corrigir o PH do solo e nem colocar matéria orgânica. Isto significa que estamos tratando a terra com o devido respeito. Considerando que foi um ano de mudanças significativas no processo produtivo estamos muito felizes.

Para o próximo ano o desafio maior é consolidar um mercado além dos restaurantes que consomem nossos produtos derivados das pimentas peruanas. Isto é bem difícil. No caminho a margem de ganho fica toda para os outros agentes (não chamo de atravessadores porque sem eles não haveria mercado algum). É uma realidade errada, causada pelo fato de terem criado este monstro que é o CEAGESP. Não importa, vamos a luta e vamos encontrar caminhos e soluções que nos atendam.

Neste momento estamos batalhando para colocar melhor nossos tomates tipo “holandes”. A produção está fantástica e o produto é muito bom. Sem falsa modéstia, melhor do que tudo que vi até agora no Ceagesp e nos hortifrutis. Mas isso apenas não é razão para vender pelo preço justo. Até agora muitos elogios mas nenhuma compra garantida.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>