Parando para pensar um pouco…

Novamente me faltou tempo para escrever. Assunto tem de monte. Começo pela crise aérea. Hoje recebi um e-mail com a “frase da década”: O DESCASO EM CONGONHAS É CONSEQUÊNCIA DO FATO DE TERMOS UM PRESIDENTE QUE SEMPRE ESTEVE OCUPADO EM VIRA(R)-COPOS. Lapidar e emblemática.

Poucos se lembram mas a mais ou menos15 anos atrás, ainda no tempo do DAC, foi decidido que aeroportos centrais somente receberiam ponte aérea e vôos regionais. Era necessário modernizar o sistema deixando de usar os antigos Electras e estes aeroportos centrais não podiam receber Boeings (sic). Depois de muita briga foram deslocados para Cumbica (SP), Galeão(RJ) e Confins(MG) a maioria dos vôos das companhias da época, Varig, Vasp, Transbrasil e Tam. Alguns dias depois a Tam colcocou no ar anúncios oferecendo vôos para todos as capitais saindo de Congonhas, Santos Dumont e Pampulha. Como? Eram vôos regionais. Ex.: Saia de Congonhas e ia a Brasília passando por Uberlândia ou saindo de Ribeirão Preto, e assim ia. A Tam já usava os famosos Fokker 100, ditos pequenos, ágeis e econômicos. Não demorou muito para a Tam conseguir a maioria dos contratos de emprêsas pois a opção Congonhas era melhor. Assim começou esta situação. Até hoje a razão principal dos problemas continua a mesma, ou melhor as mesmas. Ganância sem limites, falta de posição adequada das autoridades, corrupção e tráfico de influência, muito marketing e algumas tragédias. Vai demorar para resolver.

Paralelamente, os projetos de transporte rápido entre aeroportos mais distantes e a capital nunca sairam do papel (falta interesse será?). O Rodoanel só tem pronto o trecho que menos faz falta. Não atende os caminhôes que querem ir a Santos e nem tão pouco os que tem como objetivo a Dutra e o resto do Pais. Uma das razões do sucesso de Congonhas é a dificuldade de moradores do Morumbi, Chácara Flora, Cotia, Panamby, Itaim, ALphaville e adjacências em chegar a Cumbica por causa da Marginal do Tiete. Mas até agora foi mais importante cuidar de uma aldeia de 12 indios e algumas pacas e tatus do que pensar grande nos outros 20.000.000 de habitantes da cidade. Como se vê vai demorar!!!!

Minha opinião pessoal: independente dos dados das caixas pretas e de possíveis falhas hmanas e mecânicas, foi um assassinato em massa, não premeditado mas sem dúvida com conciência por parte dos envolvidos, da possibilidade de vir a acontecer.

Enquanto isso continuo a viajar pois as contas continuam a chegar!

Mas não foi só isso de importante que ocorreu não. Na chácara as coisas vão indo bem. Colhemos uma parte do inhame e se os cheques não voltarem, vamos receber pelo inhame.

Daqui exatamente uma semana o Julio vai fazer 18 anos. É apenas uma data legal, mas é legal prá caramba! O cara vai ter direitos que ninguem poderá tirar. Espero que junto venha a conciência de que a vida já começou e ele ainda está curtindo a festa de apresentação. Espero também ter a oportunidade de comemorar. Uma champagne que seja, mas com vontade, com satisfação, com alegria. Parece estranho torcer para isso mas acabei de me frustar num aniversário. O(a) tal aniversariante não foi capaz de ligar para ninguem, marcar um café que fosse, um absurdo total. Sinceramente acho uma sacanagem isso. Parace que não precisa de ninguem e nem de nada para viver. Que coisa horrível! Eu era assim, depois aprendi com o tempo que se ser obsecado por aniversário é ruim, ser um toglodita avesso a pessoas também é. A gente vive correndo, as vezes passamos meses sem falar com um amigo. Nestes dias, a gente liga, convida para um café e… pronto, acontece, as alegrias aparecem, a descontração relaxa nossos músculos, a gente fica mais leve. Vai entender!

Vamos ver se na semana que vem tenho tempo para escrever mais um pouco

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>