Sobre o momento que passamos…

Tenho reparado que todos do meu círculo de amigos estamos em fase de transição e, por mais que tenhamos tentado nos preparar, este momento tem sido difícil, para uns mais e para outros menos. Em geral depende do projeto de vida anterior e dos anseios futuros para que esta dificuldade seja maior ou menor.

Parece que aqueles que optaram por uma vida empreendedora têm mais dificuldades em decidir parar de agir. Parar de trabalhar parece mais fácil na teoria do que na prática mas é viável. Parar de agir já é outra situação. A maioria “topa” parar com as atividades que até agora foram responsáveis pela vida profissional e por fazer patrimônio e base de segurança financeira mas não “aceita” muito bem escolher como razão de vida para a próxima fase algo que não seja de alguma forma um novo empreendimento, mesmo que não signifique renda financeira. Tem que ter o sabor do desafio, do contrário não serve!

Tem sido um agradável, embora as vezes sofrido, aprendizado conversar sobre este tema com minha esposa, meu irmão, os filhos e os amigos mais próximos.

Amigos são muito bem vindos, de presente!

Outro dia recebi amigos em casa para comemorar meu aniversário e foi muito bom. Além de ganhar presentes, o que não é muito meu perfil, ter estes amigos, ainda que de vez em quando, por perto é bem legal.

No meu caso ainda fico orgulhoso de ter pessoas da família próximos que são como amigos. Isto não é pouco porque como sempre disse, amigos a gente escolhe. Quer dizer que fui escolhido como amigo deles além de ser parente. Para quem veio de uma família como a minha onde a regra era brigar entre si isto por si só é um presentão.

Para completar me deram presentes bem interessantes que conforme for aproveitando vou registrando por aqui.