Levain – Começando de novo

Já que, estupidamente acabei com meu fermento de mais de 3 anos, vou começar a fazer um novo. Melhor vou fazer 2 novos.

O primeiro, que comecei hoje, será com farinha integral e suco de abacaxi, seguindo orientações que foram publicadas em 2010 no Paladar do Estadão por Luiz Américo Camargo. A opção pelo suco de abacaxi é porque este suco inibe a proliferação do leuconostoco, uma levedura que não interessa para a panificação. Dica de um padeiro escritor americano, Peter Reinhart. Pretendo usar este fermento para pães integrais.

Depois na 4a. feira começarei outro com farinha especial branca mas de grano duro e com maça, da mesma forma que o meu antigo foi feito. Apenas vou começar na 4a. feira porque para esta receita vou precisar preparar o líquido na maça por 5 dias e nesta época do ano não posso deixar nada para sábado ou domingo pela manhã por conta das pimentas. Este fermento eu pretendo usar para pães brancos como o tipo italiano.

Quando estiverem

Novidades de nossa plantação e de nossos clientes amigos!

Amanhã iremos a Piedade para uma nova matéria na TV, agora a TV Bandeirantes para um programa matinal. Pelas perguntas preliminares estão interessados de uma forma ampla no assunto. Não faltará conversa. A Téia preparou um escondidinho e alguns molhos com as pimentas peruanas para que eles experimentem.

Hoje recebi uma ligação do Chef Dagoberto do SURI me convidando para participar com as pimentas frescas e com os produtos que a Téia faz pelo selo Casual Sabor no festival de gastronomia com pimentas que ocorrerá entre 16 e 23 de maio próximo. Textualmente ele quer que o público conheça as pimentas e que outros restaranters e chefes nos conheçam.

Ficamos felizes porque o trabalho tem sido duro. É continuar a luta!

2 viagens e tudo anda bem!

Na última semana de março fomos, a Téia e Eu, a Londrina e Maringá visitar parentes. 1.580 Km rodados. Na ida fui dirigindo o tempo todo e cheguei bem disposto mas no dia seguinte a tarde não estava 100%. A noite quando fomos conhecer o Shopping de Maringá com a Dú e a Patrícia me segurei o tempo todo na mão da Téia por causa da sensação de tontura e fraquesa nos joelhos.

Na última 3a. e 4a. feira fiz minha primeira viagem de avião depois de ter tido convulsão. Fui a Recife fazer visita e levantamento em 2 lojas mas levei a Téia comigo também. Aproveitamos para rever Valdenir e conhecer a Carmem, um doce, muito amável. Também me senti bem e trabalhei normalmente, até mesmo num ritmo forte.

A única coisa que não  resolvi é como vou convencer minha médica a incluir o vinho na minha dieta diária. Brincadeiras a parte, estou feliz por não ter tido mais convulsão e espero estar me curando. Se der certo logo isso passará e restarão só as piadas!!!