Buenos Aires 2012 – Revendo um amigo importante

Voltamos, 10 dias depois, com boas recordações, mais descançados, muito menos estressados, algumas dicas e bastante satisfeitos.

O mais importante de nossa viagem foi rever Agustin. Amigo de infância do Pedro que teve que voltar a viver em Buenos Aires há 17 anos. Desde então estivemos lá em 1997 para visitá-lo, o Pedro mantém algum contato pelo Facebook mas era pouco. Queriamos realmente revê-lo e saber como estava, matar saudades.

Fomos encontrá-lo pela manhã na Embaixada Brasileira, onde trabalha, e almoçamos juntos no centro de Buenos Aires. Um almoço muito bom, recheado com uma conversa franca, objetiva, muito bonita ou como diriam os portenhos, “mui rica”. Ficamos realmente felizes em ver que está bem, definindo sua vida, prestes a consolidar uma família, com projetos para o futuro, enfim superando as dificuldades como todos superaramos para construir nossa vida sem se esquecer do passado.

Ficamos mais felizes por refazer um contato de amizade que naturalmente precisava reconectar porque ele era muito jovem quando voltou para lá. Boa sorte a ele e sua namorada!

Além disso os passeios foram bons, o B&B era muito simples mas com pessoas atenciosas e extremamente agradáveis, “mui amabiles” diriam eles, em especial Diana. A comida era boa, os preços altos, inflação descontrolada, governo populista e outras situações que se assemelham muito ao Brasil da decada de ’80.

Conhecemos em particular um casal de jovens com uma filhinha de 7anos. Muito dedicados e esforçados, o marido está lá para estudar Medicina, com apoio da esposa, buscando o sonho da vida e feliz por estudar num local onde aprenderá mais do que no Brasil. Desejamos toda sorte do mundo para eles.

Fomos muito bem tratados e apesar de a cidade não ser mais tão agradável e ser bem mais pobre e descuidada do que era antes, continua sendo um lugar bem legal.

Mi Buenos Aires querido!!!!!

Bem, chegou a hora de ir passear um pouco. Vamos a Buenos Aires. Escolhemos ficar lá e visitar locais interessantes como por exemplo o Teatro Colon, Livrarias, Cemiterio da Recoleta, Jardim Japonês. Aliás neste jardim vamos ver um show de tambores e flauta japoneses no domingo.

Queremos ir a clubes de Jazz, passear a pé e vamos também atravessar o Rio da Prata para conhecer “Colonia de Sacramento” no lado Uruguaio.

Se der vou colocando “posts” durante a viagem.